Arquivo da categoria: Ferramentas

Netbeans – modificando o template default

A criação de novas classes no Netbeans é baseada em templates e tals. O tosco do template é um comentário maroto cheio de bla bla bla antes do package da classe – a idéia aqui é remover isto das suas futuras classes geradas via template e de lambuja customizar o usuário e jogar uma data de criação automática.
No Netbeans 1_menu_2013-07-01_223952
Clique em definições:
2_menu_2013-07-01_223952
Vai abrir o template conforme segue:
3_comment_2013-07-01_224703

Deste jeito sempre que vc gera uma nova classe o resultado será algo do tipo:

/*
 * To change this template, choose Tools | Templates
 * and open the template in the editor.
 */
package br.com.model;

/**
 *
 * @author Ricardo
 */
public class Teste {
    
}

Note que no template padrão o Netbeans joga um comentário no começo do pacote da classe e logo abaixo um comentário com user setado na variável de ambiente do seu sistema operacional.
Continuando…
Após clicar no botão “Definições” abrirá o arquivo User.properties com o conteúdo listado abaixo:

#
# Here, or in other properties files in this directory, you can define
# various properties that you want to make available to the template
# processor while creating various templates.
#

# uncomment the next line and specify your user name to be used in new templates
#user=Your Name <your.name at your.org>

Agora descomente a linha

 
#user=Your Name <your.name at your.org>

e troque por:

user=Fulano da silva <fulano@gmail.com>

Salve o arquivo e crie uma nova classe. O resultado será algo como:

/*
 * To change this template, choose Tools | Templates
 * and open the template in the editor.
 */

package br.com.model;

/**
 *
 * @author Fulano da silva <fulano@gmail.com>
 */
public class Test2 {

}

Bom, agora vamos limar o comentário padrão Joselito To change this template, …

Abra novamente o modelo: menu ferramentas-> modelo -> botão abrir no editor conforme figura abaixo:
4_comment_2013-07-01_224703

Irá abrir o arquivo de config do template neste formato:

<#assign licenseFirst = "/*">
<#assign licensePrefix = " * ">
<#assign licenseLast = " */">
<#include "../Licenses/license-${project.license}.txt">

<#if package?? && package != "">
package ${package};

</#if>
/**
 *
 * @author ${user}
 */
public class ${name} {

}

Para remover o comentário só arrancar as 4 primeiras linhas abaixo:

<#assign licenseFirst = "/*">
<#assign licensePrefix = " * ">
<#assign licenseLast = " */">
<#include "../Licenses/license-${project.license}.txt">

Salvar o arquivo. ficará assim sem o comentário:

<#if package?? && package != "">
package ${package};

</#if>
/**
 *
 * @author ${user}
 */
public class ${name} {

}

Dá pra deixar ainda mais bacana, vc pode por exemplo colocar a data de criação, veja o exemplo que eu uso:

<#if package?? && package != "">
package ${package};

</#if>
/**
 * @brief Classe ${name}
 * @author ${user}
 * @date   ${date?date?string("dd/MM/yyyy")}
 */
public class ${name} {

}

Agora sim, ficou bem melhor. última dica é dar uma olhadas nas opções de variáveis: http://wiki.netbeans.org/FaqTemplateVariables

E por hoje é só pessoal.

vlw

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Ferramentas, Netbeans, template default

Configurar o Proxy no Maven

Entre no diretório (oculto) .m2 do Maven,  normalmente fica na pasta do usuário (Windows C:\Documents and Settings\ricardo\.m2 ou no Linux /home/ricardo/.m2)
Dentro da pasta edite o arquivo “settings.xml” (se não existir, crie-o) e cole/edite o trecho abaixo:

<settings>
<proxies>
<proxy>
<!--true seta o maven pra considerar proxy-->
<active>true</active>

<!-- protocolo que o proxy trabalha, http, https-->
<protocol>http</protocol>

<!-- endereço da url ou ip do proxy-->
<host>servidor.proxy.com</host>

<!-- porta de comunicacao do servidor de proxy, ex. 80, 8090, 3128-->
<port>3128</port>

<!-- normalemnte é o mesmo usuário de rede que é usado no proxy-->
<username>usuario</username>

<!-- senha do usuário-->
<password>senha</password>

<!-- endereços que não precisam passar pelo proxy-->
<nonProxyHosts>localhost|www.google.com|*.somewhere.com</nonProxyHosts>
</proxy>
</proxies>
</settings>

Obs. o arquivo settings.xml também pode ser configurado na pasta /conf dentro do diretório de instalação do maven. Eu prefiro configurar dentro do profile
mesmo pq cada usuário tem o seu usuário/senha de proxy e tals – cada loko com a sua mania.

Referencia:
Maven: Configuring a proxy <http://maven.apache.org/guides/mini/guide-proxies.html>

1 comentário

Arquivado em Ferramentas, Geral, Java, Linux, Windows

Como criar índice/sumário automático no Word 2007

1.  Abra o Word com o conteúdo do seu texto.


2.  Por padrão o Word abre na aba “Início“, se não estiver nela selecione-a.


2.1 Ainda na aba de “Início” observe que temos diversos estilos. A mágica está na hierarquia dos títulos. O “Título 1” é a base, o “Título 2” é um nível abaixo do “Título 1“, ou seja, o estilo “Título 2” é um subtítulo do estilo “Título 1“,  e assim por diante. Selecione no texto o titulo, e clique no “Título 1”.  Percebá que a formatação do título muda (isto quer dizer que o estilo foi aplicado no titulo).  Classifique os titulos e sub-titulos de acordo com o seu contexto.


3. Agora que você já classificou todos os títulos, acesse a aba “Referências” e depois clique no botão “Sumário“. Escolha um dos modelos disponíveis e pronto!

Obs. 1 Sempre ao incluir novos títulos, adicionar muito texto, ou fizer qualquer coisa que altere a estrutura do seu texto, lembre-se de clicar no sumário (botão direito do mouse) e selecione “Atualizar Campo” e na caixa de confirmação escolha a opção “Atualizar o índice inteiro“. Assim garante integridade entre títulos e páginas.

Obs. 2 Você pode modificar os estilos predefinidos do Word. Só clicar com botão direito no estilo “modificar“. Também é possível criar novos estilos, basta clicar no botão “mais” na caixa de estilos e escolher “Salvar seleção como novo estilo rápido”.

modificar estilo:

adicionar novo estilo:

Bom, é isto. Espero que seja útil e salve as pobres almas de fazer tudo no braço 🙂

[]s

4 Comentários

Arquivado em Ferramentas, Geral

Trabalhando com horas negativas no Excel 2010

Olá, tenho uma planilha de controle de horas pessoal e precisei ver as horas negativas de um determinado dia,  porém o excell por padrão NÃO exibe as horas negativas e mostra no campo malditas serquilas “####”.  Pesquisando no Google achei um post bem bacana “Trabalhando com horas negativas no Excel 2007 (veja créditos  no final) ,  mas infelizmente o meu excell é a versão 2010,  e quase nada é igual entre as versões, quem dirá o checkbox da opção de trabalhar com horas negativas.  Fuçando no excell encontrei a bendita opção, e pra alegria da galera, vou por aqui o print do caminho das pedras:

opcao avancada

opcao avancada

resultado

resultado

É, eu também me emocionei com o resultado 🙂

t+

Créditos:

Fabio Vianna. Trabalhando com horas negativas no Excel 2007< http://dicasdeexcel.com.br/2010/01/11/trabalhando-com-horas-negativas-no-excel-2007/ > acessado em 19/12/2011 21hr13min.

135 Comentários

Arquivado em Ferramentas, Geral

Tutorial – Como extrair/capturar imagens jpg de uma mídia DVD que está em slide

Não é incomum para nós profissionais da informática ser-mos considerados nerd’s e algum tipo “sabe-tudo”  de assuntos relacionados a área. Não adianta tentar explicar para os seus amigos e parentes o que vc faz: sou desenvolvedor java, trabalho com banco de dados, gerencio projetos, etc. São ossos do oficio meu amigo. Mas agora chega de bla bla bla.

Este tutorial irá lhe ensinar a extrair fotos que foram gravadas em DVD no formato de apresentação (filmes com slides).

Basicamente a idéia é capturar quadro a quadro da apresentação e transformar em vários arquivos de fotos.

Download do tutorial disponível em TutorialGravarfotosDVD.pdf

4 Comentários

Arquivado em Ferramentas, Geral

Gerador de CPF/CNPJ válido para Testes de Software

Abaixo link do gerador de CPF/CNPJ válido para teste de software: gerador de CPF/CNPJ

Aviso: Este gerador de CPF/CNPJ tem o propósito facilitar a vida de profissionais de TI e afins com o objetivo exclusivo para testes de aplicações em desenvolvimento.
Não me responsabilizo pela má utilização deste recurso.

Deixe um comentário

Arquivado em Ferramentas, Geral, HTML, JavaScript/Afins

Bot de tradução em tempo real com Gtalk

O Google (www.google.com) disponibiliza um serviço de tradução em tempo real . Basta conversar com um dos bots (programa que simula um comportamento inteligente) de tradução do Google pelo Gtalk (http://www.google.com/talk/).

Para usar o serviço, adicione o bot nos seus contatos (lista de amigos) do Gtalk.

O padrão do endereço de contato do bot segue o padrão:

xx2yy@bot.talk.google.com

Onde,
xx:  é o idioma de origem
yy:  é o idioma para será traduzido

Por exemplo, para traduzir de inglês para português:
en2pt@bot.talk.google.com
en -> english
pt -> portuguese

O inverso também é válido (mesma regra acima). Para traduzir do português para o inglês:
pt2en@bot.talk.google.com

Segue uma relação dos bot´s disponíveis:

Languages Bots
Arabic – English ar2en en2ar
Bulgarian – English bg2en en2bg
Czech – English cs2en en2cs
Danish – English da2en en2da
German – English de2en en2de
German – French de2fr fr2de
Greek – English el2en en2el
Spanish – English es2en en2es
Finnish – English fi2en en2fi
French – English fr2en en2fr
Hindi – English hi2en en2hi
Croatian – English hr2en en2hr
Italian – English it2en en2it
Japanese – English ja2en en2ja
Korean – English ko2en en2ko
Dutch – English nl2en en2nl
Norwegian – English no2en en2no
Polish – English pl2en en2pl
Portuguese – English pt2en en2pt
Romanian – English ro2en en2ro
Russian – English ru2en en2ru
Swedish – English sv2en en2sv
Chinese – English zh2en en2zh
Traditional Chinese – English zh-hant2en en2zh-hant
Traditional Chinese – Chinese zh-hant2zh zh2zh-hant

Referência:
Google. Translation bots.  http://www.google.com/support/talk/bin/answer.py?hl=en&answer=89921

Deixe um comentário

Arquivado em Ferramentas